Como estudar para concurso público e aproveitar as festas de final de ano?

Como estudar para concurso público e aproveitar as festas de final de ano?

Estão chegando as festas de fim de ano e os concurseiros começam a querer diminuir os estudos... mas será que esta é a melhor forma? Neste artigo você vai saber como estudar para concurso público e não deixar de aproveitar as festas de final de ano.
em 23 Dezembro 2019
Início > Blog > Como estudar para concurso público e aproveitar as festas de final de ano?

Estão chegando as festas de fim de ano e os concurseiros começam a querer diminuir os estudos.

Realmente o período entre o final de um ano e início de outro - entre o Natal e o Carnaval - pode ser considerado um desafio para o candidato que busca uma aprovação em um concurso público.

Acredito que tudo na vida é equilíbrio.

Traçar um planejamento prevendo os dias de festas, de lazer e descanso, faz parte da vida de um bom concurseiro.

No entanto, relaxar nos estudos durante períodos longos pode significar por a perder todo o empenho desenvolvido ao longo do ano.

Estudar para concurso não é uma simples atividade, significa um projeto de vida, e essa deve ser sua primeira meta.

Lembre-se que a cada dia que você deixa de estudar mais difícil se torna readquirir o ritmo de estudos.

 

Não deixe seu cérebro esquecer da sua rotina

não esqueça como passar em concurso público

É impressionante, segundo estudos, nosso cérebro leva aproximadamente 21 dias para se adaptar a rotina de estudos, mas basta um diazinho sem estudar que o rendimento no dia seguinte já não é o mesmo (se você quiser saber mais sobre como construir um hábito de estudo, dá uma conferida neste artigo: https://vpconcursos.com.br/blog/o-habito-de-estudar-e-o-seu-poder-na-aprovacao-em-concursos).

Por isso, é importante que você não pare.

Eu sei que a tarefa não é das mais fáceis, considerando que nessa época muitos recebem visitas de parentes, a família está de férias, há inúmeros convites de confraternização, champanhes, vinhos e tudo parece te direcionar a parar de estudar ou dar uma pausa.

Mas vamos refletir? Será que você realmente pode se dar a esse luxo?  

Pensando nisso, resolvi escrever 3 dicas para esse período tão peculiar na vida dos concurseiros e, o mais importante, mostrar pra você que adversidades e momentos difíceis vão acontecer, e você terá que ser forte e resiliente para lidar com eles da melhor forma, sem tanto sofrimento.

 

Como lidar com as cobranças da Família

como lidar com a cobrança da familia

Na vida do concurseiro há aquelas pessoas que dão apoio, compreendem seu empenho e dedicação aos estudos. Porém, sempre temos que lidar com aquelas que ficam fazendo “cobranças”, do tipo:

Ainda não passou?

Ainda estudando? 

Enfim, nestas reuniões aumenta a probabilidade de encontrá-las.

A dica é simples, mas muito efetiva se for colocada em prática:

Não se deixe influenciar por essas pessoas!

Não perca seu foco e nem um minuto da sua motivação. 

Pelo contrário, aproveite para utilizar esses comentários como um estímulo para retomar seus estudos com todo gás!

 

Se o edital já foi publicado? E se ainda não foi?

Se o edital já foi publicado? E se ainda não foi?

Se o seu edital já foi publicado e a prova está na porta, o foco na aprovação é a chave para o sucesso. 

A dica é estudar no dia 24/12 até, pelo menos, às 14h, pode ser com uma revisão ou exercícios.  

Dia 25, almoce com a família, ria, se divirta, aproveite e no final da tarde continue revisando mais um pouco.

O mesmo no dia 31. E, no dia 1°, estude mais no final da tarde, de forma mais leve, iniciando por uma matéria de mais fácil absorção de conteúdo ou revisando aquela matéria que você gosta.

Você perceberá como os dias seguintes serão de menos pressão e cobrança em si mesmo, você ficará feliz com sua postura perante às festas.

Terá sua confiança aumentada e não perderá o ritmo, pois tudo na vida é questão de equilíbrio!

Garanto que valerá a pena o sacrifício, valerá a pena a dedicação mais exclusiva e intensa nessa reta final para que, nos próximos períodos de férias dos anos seguintes, você possa aproveitar, e já como servidor!

Para aqueles que têm um prazo maior, a dica continua sendo não parar os estudos, mesmo que em uma quantidade mínima nessas datas festivas de final de ano.

É muito difícil de você alcançar um ritmo de estudo, demora semanas, até meses, contudo, bastam dois ou três dias sem estudar pra você perder esse ritmo.

Então, curta os momentos separados para as festividades ou até para umas férias curtas, e retorne seus estudos com a energia renovada, sem culpa.

 

Seja um C.P.R.C.P

Seja um C.P.R.C.P e aprenda como passar em concurso público

( dica extraida do eBook: Os segredos que os concurseiros aprovados não contam).

Ser C.P.R.C.P talvez seja o maior segredo dos concurseiros aprovados.

Quando você consegue ser C.P.R.C.P, vira uma espécie de super-herói (ou meta-humano para os
mais jovens) e consegue estudar em alta performance por várias horas seguidas e ficar preparado para momentos atípicos como as festividades de fim de ano.

Ser C.P.R.C.P é ser Consistente, Persistente, Resiliente, Criativo e Paciente em níveis bem acima da média dos outros concurseiros.

Isso dará a você uma grande vantagem sobre seus concorrentes e fará com que você fique preparado para ocasiões especiais que podem "prejudicar" os seus estudos.

 

#1 Seja consistente

Todo atleta olímpico sabe (e todo concurseiro deveria saber), que os resultados acontecem com um esforço direcionado e constante e que parar de treinar alguns poucos dias já pode tirá-lo da disputa por medalha.

O fato é que, quando você para de estudar por vários dias, esquece o que aprendeu.

Quando você estuda consistentemente, seu cérebro pensa: “se está se esforçando tanto para reter o conteúdo, é porque deve ser algo importante, então devo reter na memória de longo prazo.”

E quando você faz exercícios de provas anteriores com frequência, seu cérebro sente sua dor todas as vezes que você erra uma questão, e pensa: “isso é importante! Devo ficar atento e lembrar”.

Então, se decidir começar a estudar para concursos públicos, não pare até conquistar a aprovação.

E evite ficar mais de 1 dia sem estudar.

É claro que durante sua jornada, poderão acontecer imprevistos que obriguem você a parar
de estudar por um tempo.

Principalmente neste período de festas de final de ano...

Mas, se isso acontecer, não fique completamente sem estudar. Estude, pelo menos, 15 min.

Parece pouco tempo, mas isso já sinalizará para seu cérebro que é importante manter o conteúdo
estudado na memória.

E se você perdeu 1 dia ou 1 semana de estudos por algum problema sério, não tente compensar.

Se você aumentar a carga para recuperar o tempo perdido, ficará cansado e tenderá a prejudicar o
rendimento
das semanas seguintes.

Apenas retome os estudos e siga em frente como se o problema não tivesse acontecido.

É claro que se o imprevisto acontecer antes da prova, você terá que dar uma carga maior para
compensar.

Mas, isso é uma situação pontual e excepcional e não uma regra geral.

Lembre-se de que progresso é muito mais importante que intensidade.

 

#2 Seja persistente

Sim, persistência em não desistir facilmente da rotina de estudos, para sair com os amigos, assistir aquela série imperdível no Netflix ou passar horas navegando nas redes sociais.

E quando se trata de festas de final de ano, este perigo se agrava...

Muito cuidado: o "depois eu estudo", o "mais tarde eu recomeço", pode se tornar o "nunca serei aprovado".

Evite cair na tentação de que “uma vez só não tem problema”. Tem problema sim!

O livro e/ou material que você não leu, os exercícios que você não fez e a revisão que você deixou para depois, porque perdeu tempo no WhatsApp, irão fazer falta no dia da prova.

E não adianta ficar se lamentando depois que conferir o gabarito e perceber que errou mais da metade da prova. Já era!

 

#3 Seja resiliente.

Algumas pessoas confundem resiliência com força, mas são coisas distintas.

Uma casa construída em concreto é bem forte, mas talvez não resista a força de um furação, pois é rígida e acaba sendo destruída com a força do vento.

Já uma árvore, cujo tronco se dobra e resiste a força de um furacão, pode não ser muito forte, mas se adapta muito bem às mudanças bruscas do ambiente.

A árvore é resiliente, mas a casa não. Resiliência humana é a capacidade que algumas pessoas tem de retornar ao estado emocional original após terem sido submetidas a uma forte situação adversa.

Se você é concurseiro há algum tempo, e se não é compreenda que, estudar para concursos pode ser comparado a uma montanha russa, porque é cheio de adrenalina, altos e baixos.

Por isso, é extremamente importante que você exercite sua resiliência emocional para conseguir manter o controle em situações estressantes.

Essas situações podem vir de vários lados e ao mesmo tempo, mesmo quando você está estudando de forma disciplinada,e neste período de festas de final de ano a probabilidade aumenta.

Por exemplo: Deixar de ir em uma festa ou confraternização, pode gerar uma briga com sua esposa ou marido.

Por isso, a capacidade de voltar ao estado anterior de disciplina, emoções positivas e concentração, mesmo quando estamos mal, é muito importante.

Quem tem um propósito forte em mente tende a ser mais resiliente.

Da mesma forma, quem tem uma mentalidade de crescimento tende a ter um controle emocional maior e consegue se recuperar mais rapidamente de uma queda.

No ebook: O segredo que os concurseiros aprovados não contam falamos bastante sobre a importância de se ter um propósito inabalável para passar em um concurso público.

Para saber mais é só clicar aqui, se cadastrar e receber o eBook por e-mail 100% grátis. 

 

#4 Seja criativo.

Isso mesmo. Não tenha na mente que a rotina é uma passagem para o inferno, que estudar no período de festas de final de ano é a pior coisa do mundo, que você sofre e que não vive.

Invente!

Invista diariamente em opções confortáveis de estudo, desde o lugar em que você estuda até a forma como vai escrever.

Se não está conseguindo estudar à noite, tente acordar mais cedo ou trocar seu horário de trabalho, principalmente quando você sabe que haverá uma confraterzinação ou festa de final de ano.

Experimente transformar sua rotina de estudos em um jogo.

Você estuda a teoria, enfrenta o chefe de fase (lista com 10 questões) e no final do dia enfrenta o inimigo final (uma lista com questões de várias disciplinas). E, se você vencer, ganha o direito de ir na festa de fim de ano que seu grande amigo está organizando.

Isso fará uma grande diferença na sua jornada de concurseiro rumo à conquista de um cargo no setor público.

 

#5 Seja paciente.

As coisas quase nunca acontecem da noite para o dia.

Assim, para manter seu ânimo, enfrente com paciência as adversidades que forem surgindo, tais como aquela visita de fim de ano que não quer ir embora de jeito nenhum,  o livro que você comprou na Black friday mas o correio já atrasou duas vezes a entrega, encare com naturalidade essas situações e procure administrá-las da melhor maneira possível.

Feliz natal e um ano cheio de sucesso pra vocês!  

 


SOBRE A AUTORA

Isadora Jinkings

Pedagoga, graduada em Orientação Educacional e Pós- Graduada em Psicopedagogia. Aprovada nos seguintes Concursos: Receita Federal do Brasil – RFB,/ 2006, no cargo de Analista Tributária; Analista Administrativo do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária -INCRA/2006; Auditora Federal de Finanças e Controle/2013 – Área Contábil.


 

 

 

 

 

Junte-se a mais de 30.000 concurseiros

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdo exclusivo e 100% gratuito sobre concursos