4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do senado federal

4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal

Conheça 4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal e aprenda o que você precisa fazer para ter uma mentalidade de aprovado.
Escrito Por
JULIANA FEITOZA
em 01 Fevereiro 2019
Início > Blog > 4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal

Sempre achei que o estudante ter inteligência emocional conta mais do que ter o conhecimento exigido no edital.

O atual presidente da República sancionou a Lei Orçamentária de 2019, sendo que 40 cargos foram destacados para o Senado Federal.  

Não podemos esquecer que esse concurso vale muito a pena: os salários iniciais são de R$ 16 mil para um cargo de nível médio e de R$25 mil para um cargo de nível superior.

Trata-se de um certame super aguardado já há algum tempo, pois o último concurso da Casa Legislativa foi em 2012, organizado pela FGV.

Na última segunda-feira, dia 28/01/19, o Senado publicou um quadro de cargos efetivos, sendo que , nesse quadro, constam 4 cargos vagos de advogado, 532 de Analista Legislativo – Nível III, 50 de Consultor Legislativo – Nível III, e 744 de Técnico Legislativo – Nível II, o que resulta em 1330 cargos vagos!

E você?

Vai perder essa?

Tenho certeza que não!

Acontece que, para lograr êxito nas provas, você deve se livrar de 4 atitudes que podem te prejudicar no percurso até a prova.

 

4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do senado federal

você pode perder sua vaga no concurso do senado federal

#1 Viver em um ciclo de procrastinação

Você é daqueles que vai começar uma tarefa, mas resolve fazer outra coisa antes (dar uma olhada nas redes sociais , ligar para alguém, descansar um pouco porque bateu uma preguiça ...);

E quando vê, boa parte do seu turno já passou?

Pois é....

Daí, quando você joga a tarefa para depois, é frequente sobrevir uma sensação de estresse e um sentimento de fracasso e de culpa...

Então saia desse círculo vicioso!

Escreva as atividades que deve realizar no dia, diminua o prazo de realização de cada tarefa, estabeleça prazos rigorosos, mude de ambiente!

 

#2 Estudar sem descanso prévio

O estudo talvez seja, no seu dia, a tarefa que mais vai precisar da sua mente descansada.

Assim, é um erro se sentir cansado e, mesmo assim, partir pro estudo.

Não vai render e você não se lembrará do conteúdo.

Dessa forma, dormir bem e estudar descansado é um bom caminho para a aprovação.

Deitar por um curto período (cerca de 15 minutos) depois do almoço também é uma boa pedida!

Dica: Neste vídeo o Coach profissional e Coordenador Pedagógico da VP Concursos dá dicas de como evitar o " Complexo de Super Homem ( ou Mulher Maravilha)".

Dá só uma olhada :)

Ah, ele também criou este eBook para ensinar você os exatos 4 passos simples para organizar sua vida para estudar

Para baixar é só clicar neste link, é 100% grátis: https://materiais.vpconcursos.com.br/como-organizar-sua-vida-para-estudar

 

#3 Ter pensamentos derrotistas

Muitas vezes, durante o período de estudo, nossa mente “voa”, e a insegurança bate à porta, fazendo a gente pensar que nunca vai passar, que todo o esforço será em vão...

Não!

Esforce-se para afastar esse tipo de pensamento, porque ele não te ajudará em nada!

Mentalize que você está fazendo o possível e visualize a sua aprovação.

O que vier de negativo, jogue dentro de um baú que você imaginará dentro de sua mente, e depois de jogar o pensamento derrotista dentro dele, feche o baú imaginário!

Faça esse exercício e depois me conte como foi!

 

#4 Achar que fazer anotações e lembretes no papel é coisa do passado

Em tempos tecnológicos, os cadernos, fichas e blocos de anotações já viraram instrumentos obsoletos de estudo, certo?

Acontece que é muito importante para a memorização do conteúdo, em algum momento do seu estudo, fazer anotações e lembretes no papel.

Os cientistas Pam Mueller eDaniel Oppenheimer pesquisaram centenas de estudantes universitários de Princeton e UCLA e concluíram que a escrita manual demanda mais concentração dos neurônios, o que ajuda muito no processo de aprendizagem.

A pesquisa mediu a apreensão do conteúdo uma hora depois de feita a anotação na aula e também depois de uma semana.

Poderíamos supor que, a longo prazo, a quantidade maior de informação digitada daria uma vantagem aos que usaram computador ao invés da escrita à mão.

Mas os pesquisadores comprovaram o contrário: os usuários de laptop sabiam menos do que os de caderno.

Confira a matéria completa sobre o tema “A Learning Secret: Don’t Take Notes with a Laptop”

 

A mudança começa agora!

A Mudança começa agora!

Comece a mudar de atitude a partir do que leu aqui.

Certamente , sua preparação para o concurso será mais consciente e com mais chances de sucesso !

Então, desde já, pare de procrastinar e dê o primeiro passo.

Se já deu o primeiro passo, e começou a se preparar para o concurso do Senado Federal ( ou qualquer outro) , dê o segundo, o terceiro... 

A jornada para passar em um concurso público é dura, mas se você não ficar deixando as suas ativdades para depois, a chance de você atingir o seu objetivo será muito maior.

Lembre-se de dedicar um tempo para descansar.

Estudar 24h por dia sem parar não vai fazer você ganhar tempo, pelo contrário, se você estudar cansado não vai render e você não se lembrará do conteúdo.

E o mais importante, tenha em mente que muitas vezes, durante o período de estudo, a insegurança vai bater na sua porta e fazer você pensar que nunca vai passar, e que está só perdendo tempo...

Esforce-se para afastar esse tipo de pensamento, mentalize que você está fazendo o possível e visualize a sua aprovação!

Ah, se você está precisando de um guia completo de como estudar para concurso, para levar você com segurança do zero à aprovação. clica agora neste link: https://vpconcursos.com.br/blog/como-estudar-para-concurso

 


SOBRE A AUTORA

Juliana Feitoza

Consultora Legislativa da Câmara dos Deputados  aprovada no concurso de 2014 para a área de  Direito Penal e Processual Penal.  Foi Defensora Pública Federal  de 2010 a 2015, aprovada no 4º concurso da carreira. Ex-Técnica Judiciária no TRT 5ª Região ( 2004-2007) e Analista Processual no MPU (2007-2010), tendo sido aprovada também no concurso de Analista Judiciário do TRF 1ª Região, em 2006. Autora do livro “Estudos Dirigidos – Analistas – Tribunais Regionais Federais – Questões Comentadas dos Concursos de Analistas”, no capítulo “Processo Penal”, da Editora JusPodivum. Graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia em 2006. Pós-graduada em Direito : especialização lato sensu “Ordem Jurídica e Ministério Público”, promovida pela Fundação Escola Superior do MPDFT, em 2010.


 

QUAL SONHO VOCÊ VAI REALIZAR EM 2019 QUANDO PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO?

Oferta exclusiva para Agosto 2019!  Contrate seu coach para concursos com 20% off ou até 4 mensalidades grátis e construa esse sonho agora! Clique aqui para saber mais.

Junte-se a mais de
10.000
concurseiros

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdo exclusivo e 100% gratuito sobre concursos