4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do senado federal

4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal

Conheça 4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal e aprenda o que você precisa fazer para ter uma mentalidade de aprovado.
Escrito Por
JULIANA FEITOZA
em 03 Outubro 2019
Início > Blog > 4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do Senado Federal

Sempre achei que o estudante ter inteligência emocional conta mais do que ter o conhecimento exigido no edital.

O atual presidente da República sancionou a Lei Orçamentária de 2019, sendo que 40 cargos foram destacados para o Senado Federal. 

Não podemos esquecer que esse concurso vale muito a pena: os salários iniciais são de R$ 16 mil para um cargo de nível médio e de R$25 mil para um cargo de nível superior.

Trata-se de um certame super aguardado já há algum tempo, pois o último concurso da Casa Legislativa foi em 2012, organizado pela FGV.

E no DOU de hoje, 3/10/2019 , foi publicado o Ato da Comissão Diretora que autoriza a realização do Concurso do Senado\o/

E você?

Vai perder essa?

Tenho certeza que não!

Acontece que, para lograr êxito nas provas, você deve se livrar de 4 atitudes que podem te prejudicar no percurso até a prova.

 


 

Projeto você no Senado Federal - Webinário 100% online e 100% Grátis!

Envie para nós a sua dúvida sobre o Concurso do Senado Federal e veja ela ser respondida AO VIVO em um Webinário 100% online e 100% Grátis! Clique aqui para saber mais! 

 

 

 


 

4 atitudes que podem tirar sua vaga no concurso do senado federal

você pode perder sua vaga no concurso do senado federal

#1 Viver em um ciclo de procrastinação

Você é daqueles que vai começar uma tarefa, mas resolve fazer outra coisa antes (dar uma olhada nas redes sociais , ligar para alguém, descansar um pouco porque bateu uma preguiça ...);

E quando vê, boa parte do seu turno já passou?

Pois é....

Daí, quando você joga a tarefa para depois, é frequente sobrevir uma sensação de estresse e um sentimento de fracasso e de culpa...

Então saia desse círculo vicioso!

Escreva as atividades que deve realizar no dia, diminua o prazo de realização de cada tarefa, estabeleça prazos rigorosos, mude de ambiente!

 

#2 Estudar sem descanso prévio

O estudo talvez seja, no seu dia, a tarefa que mais vai precisar da sua mente descansada.

Assim, é um erro se sentir cansado e, mesmo assim, partir pro estudo.

Não vai render e você não se lembrará do conteúdo.

Dessa forma, dormir bem e estudar descansado é um bom caminho para a aprovação.

Deitar por um curto período (cerca de 15 minutos) depois do almoço também é uma boa pedida!

Dica: Neste vídeo o Coach profissional e Coordenador Pedagógico da VP Concursos dá dicas de como evitar o " Complexo de Super Homem ( ou Mulher Maravilha)".

Dá só uma olhada :)

Ah, ele também criou este eBook para ensinar você os exatos 4 passos simples para organizar sua vida para estudar

Para baixar é só clicar neste link, é 100% grátis: https://materiais.vpconcursos.com.br/como-organizar-sua-vida-para-estudar

 

#3 Ter pensamentos derrotistas

Muitas vezes, durante o período de estudo, nossa mente “voa”, e a insegurança bate à porta, fazendo a gente pensar que nunca vai passar, que todo o esforço será em vão...

Não!

Esforce-se para afastar esse tipo de pensamento, porque ele não te ajudará em nada!

Mentalize que você está fazendo o possível e visualize a sua aprovação.

O que vier de negativo, jogue dentro de um baú que você imaginará dentro de sua mente, e depois de jogar o pensamento derrotista dentro dele, feche o baú imaginário!

Faça esse exercício e depois me conte como foi!

 

#4 Achar que fazer anotações e lembretes no papel é coisa do passado

Em tempos tecnológicos, os cadernos, fichas e blocos de anotações já viraram instrumentos obsoletos de estudo, certo?

Acontece que é muito importante para a memorização do conteúdo, em algum momento do seu estudo, fazer anotações e lembretes no papel.

Os cientistas Pam Mueller eDaniel Oppenheimer pesquisaram centenas de estudantes universitários de Princeton e UCLA e concluíram que a escrita manual demanda mais concentração dos neurônios, o que ajuda muito no processo de aprendizagem.

A pesquisa mediu a apreensão do conteúdo uma hora depois de feita a anotação na aula e também depois de uma semana.

Poderíamos supor que, a longo prazo, a quantidade maior de informação digitada daria uma vantagem aos que usaram computador ao invés da escrita à mão.

Mas os pesquisadores comprovaram o contrário: os usuários de laptop sabiam menos do que os de caderno.

Confira a matéria completa sobre o tema “A Learning Secret: Don’t Take Notes with a Laptop”

 

A mudança começa agora!

A Mudança começa agora!

Comece a mudar de atitude a partir do que leu aqui.

Certamente , sua preparação para o concurso será mais consciente e com mais chances de sucesso !

Então, desde já, pare de procrastinar e dê o primeiro passo.

Se já deu o primeiro passo, e começou a se preparar para o concurso do Senado Federal ( ou qualquer outro) , dê o segundo, o terceiro... 

A jornada para passar em um concurso público é dura, mas se você não ficar deixando as suas ativdades para depois, a chance de você atingir o seu objetivo será muito maior.

Lembre-se de dedicar um tempo para descansar.

Estudar 24h por dia sem parar não vai fazer você ganhar tempo, pelo contrário, se você estudar cansado não vai render e você não se lembrará do conteúdo.

E o mais importante, tenha em mente que muitas vezes, durante o período de estudo, a insegurança vai bater na sua porta e fazer você pensar que nunca vai passar, e que está só perdendo tempo...

Esforce-se para afastar esse tipo de pensamento, mentalize que você está fazendo o possível e visualize a sua aprovação!

Ah, se você está precisando de um guia completo de como estudar para concurso, para levar você com segurança do zero à aprovação. clica agora neste link: https://vpconcursos.com.br/blog/como-estudar-para-concurso

 


SOBRE A AUTORA

Juliana Feitoza

Consultora Legislativa da Câmara dos Deputados  aprovada no concurso de 2014 para a área de  Direito Penal e Processual Penal.  Foi Defensora Pública Federal  de 2010 a 2015, aprovada no 4º concurso da carreira. Ex-Técnica Judiciária no TRT 5ª Região ( 2004-2007) e Analista Processual no MPU (2007-2010), tendo sido aprovada também no concurso de Analista Judiciário do TRF 1ª Região, em 2006. Autora do livro “Estudos Dirigidos – Analistas – Tribunais Regionais Federais – Questões Comentadas dos Concursos de Analistas”, no capítulo “Processo Penal”, da Editora JusPodivum. Graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia em 2006. Pós-graduada em Direito : especialização lato sensu “Ordem Jurídica e Ministério Público”, promovida pela Fundação Escola Superior do MPDFT, em 2010.


 

Projeto você no Senado Federal - Webinário 100% online e 100% Grátis!

Envie para nós a sua dúvida sobre o Concurso do Senado Federal e veja ela ser respondida AO VIVO em um Webinário 100% online e 100% Grátis! Clique aqui para saber mais! 

 

 

 

Junte-se a mais de 30.000 concurseiros

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdo exclusivo e 100% gratuito sobre concursos