Tudo que você precisa saber para escolher o material de estudo certo e não ir a falência.

Tudo que você precisa saber para escolher o material de estudo certo e não ir a falência.

em 19 Março 2018
Início > Blog > Tudo que você precisa saber para escolher o material de estudo certo e não ir a falência.

 

 

Olá concursando.

Hoje eu vou falar com você sobre um tema que muito me agrada, e que por sinal é dúvida de muitos alunos.

Muitos me perguntam, Laura: “quero estudar para concursos, mas não sei nem por onde começar”, “não tenho disponibilidade de gastar dinheiro com materiais”, “não tenho tempo para perder, preciso começar certo”, ou “qual livro você indica para ser aprovada em um concurso público?”

 

A importância de escolher bem os materiais de estudo

A importância de escolher bem os materiais de estudo

Quando me perguntam isso, eu digo que é um primeiro passo muito importante essa escolha da bibliografia.

Esclareço-te, amigo concursando, que algum dinheiro será gasto, mas é possível acertar e ser aprovado sem gastar além da conta.

Primeiro sempre respondo com uma pergunta:

Para qual cargo está estudando? 

“Laura, para Procuradorias.

 Quais são os melhores livros para Procuradorias Municipais?”

Note que ver as provas anteriores, saber o cargo, de preferência saber sobre a banca examinadora, ajuda-te a delimitar o nível e o grau de cobrança e aprofundamento do concurso que você quer.

Para alguns, como Procuradorias, o direito tributário e trabalhista é bem cobrado, mas para Defensorias, essas disciplinas na grande maioria das vezes nem constam nos editais.

Para esse direcionamento de materiais e aprofundamento é que, para alguns que levam tempo nisso, pode ser preciso um consultor (claro que outro fator muito importante é o edital já estar lançado ou não, e lembrado que o estudo deve ser de longo prazo).

 

QUER SABER MAIS, BAIXE AGORA MESMO O E-BOOK COMPLETO E 100% GRATUITO

" OS SEGREDOS QUE OS CONCURSEIROS APROVADOS NÃO CONTAM "E-book grátis vp concursos

 

O que devo fazer para escolher bem meus materiais de estudo?

O que devo fazer para escolher bem meus materiais de estudo?

Escolha um material com uma linguagem fácil, para você revisar.

Lembre-se que vai ler o material, em uma leitura bem feita, somente uma vez, depois irá somente revisar.

Nesse ponto, particularmente acho que os resumos no modelo tradicional não são muito efetivos.

Das técnicas, a que mais gosto é o método Cornell ou revisão comprimida.

Mas no final, o que funciona é o que dá resultado para você, o melhor livro é o que você lê e entende.

Reitero, o que acontece, e disso não há dúvidas, é que você tem que ver o material por completo apenas uma vez, depois deve ter algum jeito de estar revendo ele, quando necessário, filtrando as partes importantes, em tempo bem menor.

Se você vai fazer isso na forma de resumos, ou mapas mentais, talvez perderá tempo.

Você não vai esquecer daquela informação, mas o custoXbenefício do eventual tempo que leva um mapa (podendo estar vendo outro conteúdo) às vezes não compensa.

O principal é o que dá certo para você.

O que eu fiz e que funcionou muito na hora de acertar questões da prova (que é o que importa) é grifar as partes principais da legislação/CF.

“Mas como saber o que é mais importante para mim, Laura?”

Aí ocorre que não tem uma técnica certa, vai do que você já sabe ( ou não sabe), sobre a matéria (para não grifar o que é desnecesário), e é muito pessoal.

Mas com base naquilo que já sei, e com base nas questões, nos comentários do professor, vou grifando outras partes e até escrevendo abaixo no material mesmo.

Complementando com aquilo que você errou e terá um resumo personalizado, sem informações desnecessárias e que vai dar tempo de fazer uma rápida revisão antes da prova. 

Por incrível que pareça, o simples é o mais efetivo :) 

(te confesso que levei anos para descobrir isso  rsrs).

 

O que devo evitar na hora de escolher meus materiais de estudo.

O que devo evitar na hora de escolher meus materiais de estudo.

Quando escolher o seu livro, pare de pesquisar por outros e de ler opiniões de outros autores!

Outra coisa, sempre vai ter um amigo seu te dizendo para estudar pelo autor ‘fulano de tal’, aí você compra um monte de outros livros e não lê nem 20%.

Faça muitas questões, vá observando e aguarde uns 3 meses, se não aumentar seu percentual de acertos de questões aí mude de livro (e quem sabe, apenas...).

Digo isso pois quando você estuda e erra muitas questões, a primeira conclusão do concursando é a de que o material é incorreto.

Mas nem sempre é assim.

Você vai estudar por um manual de 2 mil páginas e dizer que ele não é bom?

Que é incompleto?

De forma alguma!

Faça questões pois precisa ver como o conhecimento se encaixa naquilo que você já sabe.

Não passa quem sabe mais, quem leu mais, passa quem acerta mais questões na prova, quem sabe fazê-las.

Em certos momentos você vai parecer estagnado, é normal, já que o conhecimento é cíclico passa um tempo na mesma faixa para depois aumentar.

E te digo mais, às vezes nem precisará comprar muitos livros, a letra de lei bastará.

Eu gosto de ler a lei na tela do PC e usar um programa chamado Foxit para fazer os grifos e anotações, aí baixava direto do Planalto, que é a fonte mais segura.

Mas tem estudos que falam que a absorção do conteúdo é menor quando lemos na tela, dizendo que vale mais a leitura em papel.

Para mim não deu certo.

O que foi legal: Eu consolidava o estudo com questões sobre a lei depois de ler ela no PC e tive melhores resultados. 

Mas como te disse concursando, é bem pessoal isso, os alunos preferem o papel mesmo, e se for o teu caso te indico copiar a legislação do Planalto para um arquivo Word, aumentar a fonte da letra, a seu critério, e ir imprimir em um lugar, encadernar depois.

Faça bastante questões depois e vai marcando na lei os arquivos que vão sendo cobrados, isso te ajuda a mapear a prova.  
 

Quantidade x Qualidade

Quantidade x Qualidade

Comprar mais de um livro de cada matéria, é um tema polêmico.

Rsrs Acho que é um erro.

Compre um bom livro e te abraça no doutrinador.

Se você ler muitas opiniões vai ficar louco, pois no direito tem opinião para tudo!

Vai ficar nervoso com tanta informação, que na grande maioria das vezes será desnecessária.

Faça estudo reverso e vá complementando o seu material, vá completando com o que faltar em questões.

Precisa entender que nunca vai ter o livro perfeito.

Na maioria das vezes, não vale a pena comprar outro livro da mesma disciplina, o custo benefício não compensa.

Pode ter algo que tenha em um, mas não seja abordado no outro, assim por diante, sempre vai ficar de fora uns 10% do conteúdo, foque em saber o que está em um livro, comprometa-se com um livro, afinal, já tem coisa demais para estudar, para que ficar inventando mais?!

O menos é mais.

Simplicidade é tudo, já te disse.

Cuidando do que de fato é importante, acredito que sua aprovação vira mais rápido.

Concluindo, por tudo isso, o seu material deve ser bom para você (isso é muito pessoal, mas deve ter uma linguagem acessível, sobretudo) e com o aprofundamento necessário, nem muito a mais, nem a menos, do que as provas do seu cargo exigem (aqui algumas variações, como o edital já lançado, ou estudo a longo prazo.)

Espero ter te ajudado ao compartilhar as minhas experiências.

 

JUNTE-SE A MAIS DE 10.000 CONCURSEIROS E ENTRE AGORA PARA LISTA VIP

Receba conteúdo prático, exclusivo e 100% gratuito, para você passar mais rápido em provas, exames e no concurso público dos seus sonhos.

Lista vip da vp concursos

Abs.

Laura Mattos

Lauramattoscoach@gmail.com

Junte-se a mais de 30.000 concurseiros

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdo exclusivo e 100% gratuito sobre concursos